quinta-feira, setembro 19, 2013

Sabores da terra e espaços

Cebolinho
Manjericão

Flores dos muros
e o azul com aves ao longe.
Esta terra tão grande e linda que somos!
Apesar das eleições e gente cegada, sem olhos para ver; cega e salgada; e na cégada complicada que isto é.
No pensar de discernir.




6 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Os meus olhos estão à beira d´água e sempre à beira mágoa mas nunca cegos!
Belas fotos e belo texto...como sempre!

Abraço

lino disse...

Belas imagens! É mais cego quem não quer ver do que quem não vê.
Beijinho

heretico disse...

perseguindo o azul. sempre...

Justine disse...

Estás desfrutando as coisas simples e essenciais da vida! As que nos dão força para enfrentar o resto...

greentea disse...

não gosto de cégadas nem de gente cega ou que disso se faz
gosto sim, do mar salgado, das fortalezas de outrora e de cebolinho e manjericão, sempre!

M. disse...

Olha lá, aquelas coisas em cima da mesa não resvalaram todas com o teu olhar posto em cima? :-))