domingo, dezembro 29, 2013

Ano 2013 - Ano Novo 2014



Há como que uma serpente enrolada à volta de cada ano.

Nos últimos anos, que são os que me estão mais próximos da lembrança.
Que os répteis fujam, que passem, que se desenrolem em verdes pastos ou pedras ou árvores ou poços ou precipícios sem fundo.
Para mim, para os meus afectos.
No ano que vem.
LUZ sobre as sombras.

7 comentários:

lino disse...

Um Feliz 2014!
Beijinho

heretico disse...

... e se me permites acrescento os vermes - sem espinha dorsal!

votos de Bom Ano.

hfm disse...

Com afectos - Bom Ano.

Lizzie disse...

Que ao menos, se mais de melhor não acontecer, o tempo não pare. Que os afectos permaneçam dentro da concha da mão e que cresça sempre a nossa capacidade de os guardar.

Um grande abraço... apesar dos ossos, dos tendões, dos músculos, dos ligamentos, dos nervos...:)

jrd disse...

Vamos desenrolar o fio do tempo.
Um abraço e votos de bom 2014

M. disse...

Que o turbante de serpentes se desfaça.
E já vamos no dia 4.
Bjs

Justine disse...

Tenhamos esperança!