terça-feira, janeiro 06, 2009

Dia de Reis em terras de perseguidos




Sendo este o tempo de acreditar que estrelas ainda possam brilhar.
Em terras de armas.
Uma ponte qualquer entre diferença de forças tão extremas.

Sendo este tempo o exercitar da esperança, trémula nos seus pés pequenos, pela nossa vida que não se sabe. Pela vida de outros que vemos já ter acabado.
Contendo raiva, reis e senhores depondo armas, inimigos somados, conversas urgentes.
Entendimentos tão adiados.

Mas que haja algo de estrela e de doce no nosso caminho.
Oxalá.
(e gosto das imagens, que representam amizades e férias, antigas!)

30 comentários:

Maria disse...

Partilho da esperança das tuas palavras. Quero acreditar que é possível. Para que acabe tanto sofrimento.

Ali na foto do meio há um doce do lado direito que me proponho provar. Formigos?

Um abraço

hfm disse...

oxalá.

um beijo.

jl disse...

Onde tinhas o sentido, quando desse jeito poetavas?

Numa qualquer ponte entre diferença de tão extremas forças, para onde, ora, te guiara a estrela que também aos magos reis aí conduziu...

Só?
Creio que não.

Habituados que cada vez mais estamos a uma global visão da nossa aldeia, claro que pensavas em tantas outras quaisquer pontes onde igual é a diferença de tamanhas e tão extremas forças que se opõem e dilaceram mútua mas desigualmente...

Temos sempre o pesado e poderoso elefante esmagando o atrevido e perturbador mosquito!

Anónimo disse...

Não resisti a levar a "conversa" para outro ponto do éter...
jl

Filomena Barata disse...

sim, venha a estrela visitar-nos
bjos enormes

Teresa Durães disse...

a união numa só crença? quem sabe

dona tela disse...

Sabe quem fez anos no dia de reis, sabe?

Um abracinho, dona Bettips.

Miguel Barroso disse...

oxalá!



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

heretico disse...

teimemos na Esperança.

significativo e adequado o "Oxalá"!...

beijo

mena m. disse...

Assim seja!

Hoje já se falava num cessar fogo...

Oxalá.

Beijinho

Arabica disse...

Oxalá
os homens não percam a capacidade de procurar estrelas.

Oxalá
não persigam em vão as estrelas, em caminhos de perigosos sucalcos na fragilidade da terra...


Oxalá, Bettips!

viajante disse...

Obrigado pelo arroz-doce.
Em dia de Reis para oferecer ao meu neto. (Nascido em dia de Reis)

mdsol disse...

Ox Alá!

:))

legivel disse...

... acho que sim. Que o arroz-doce do senhor Reis é de comer e lamber por mais. E as fatias douradas da dona Maria República ensopadas naquele molho de canela são um sonho... e os sonhos? Mai-los pesadelos... Prontos. Hoje não falemos de coisas amargas. Passa-me aí uma filhós.

beijos e sorrisos.

Alien8 disse...

Bettips,

Sigamos em busca das estrelas, com ou sem reis. Neste caso, em busca da paz. E da verdade. A minha coincide com a tua, logo devemos ter razão :)

Um beijo.

Maria P. disse...

E que bom gosto tu tens!:)

Beijinho*

Justine disse...

Encontraremos algum dia o caminho da paz? Deixarão alguns homens que outros homens encontrem o caminho da paz?
Vamos continuar a exercitar a esperança, com tudo o que temos à mão...

Filoxera disse...

Gostei muito!
O que já não é de estranhar...
Beijos.

Arabica disse...

Beijo de bom fim de semana!


E oxalás doces de esperança.

De Amor e de Terra disse...

Exercitemos então a Esperança, a fim de alcançarmos a Paz! E que o sonho de Amor fraterno possa inundar a nossa vida, porque "Sonhar é Preciso", cada vez mais!...

Bj

Maria Mamede

Os meus registos.... disse...

Como sempre permanece o bom gosto das palavras por aqui.
A esperança deve ser contínua e permanente..
Bjs Zita

Arabica disse...

Querida Bettips,


esperando que estejas bem e a salvo de gripes e outros infortúnios, tenho algo para ti no meu blog.

Obrigada por tudo quanto nos dás em palavras, sentimentos, ideais.

Um abraço

Ana disse...

... haja algo de estrela e de doce no nosso caminho.
Oxalá.
-----------

Subscrevo.

E deixo-te um beijo.

dona tela disse...

A senhora anda um bocadinho cansada? Tem escrito poucochinho...

Então uma boa noite.

legivel disse...

... a imagem do meio (por ser onde se encontra a virtude?) deixou-me a salivar embora reconheça que o tal dia "do Reis" já ficou para trás há um pedaço valente e os doces há muito que marcharam

não contra "inimigos" desarmados, descansados da vida?! (quem pode estar descansado da vida quando uma bomba lhe entra portas adentro sem pedir licença ao dono da casa?!) que por acaso tem uma filha que se apaixonou perdidamente por um jornalista europeu

o cardeal patriarca de Lisboa pediu juízo e cabeça fresca às raparigas portuguesas: que não se apaixonassem por muçulmanos "que nem Alá as safava dos problemas em que se metiam"

a minha médica de família diz-me que não devo abusar dos doces. Mas que pecado tamanho cometi, se estou proibido das guloseimas e tenho de ouvir o cardeal a debitar bacoradas destas?

Os caminhos estão cheios de pessoas amargas. E polvilhá-las com açúcar, seria um desperdício...

beijinhos e sorrisos amarelos.

bettips disse...

MIGUEL BARROSO: agradeço a passagem e os votos. Não consigo entrar nos teus comentários mas digo-te aqui: os novos terão de ter muita força e carácter para mudar o mundo. Hoje e já!

Arabica disse...

E devemos nós sujeitarmo-nos ao que um qualquer servidor quer? :)

nunca :) por muito que custe havemos de conseguir passar a barreira do espaço virtual :)


Eu não tenho qualque dificuldade em vir cá, não sei o que poderá ser. Mistérios :) ma não nas relações humanas :)

Beijo e já que amanhã é sexta feira, um bom fim de semana Bettips :)

Madalena disse...

Olá Bettips.

Não é propriamente um comentário.

Vim só dizer que tens para ti uma coisa que te eixei, lá no rios.

Madalena

Beijos.:)

vida de vidro disse...

Entendimentos cada vez mais adiados. Mas é necessário ter esperança.

P.S. tens uma lembrança no meu blog :)**

alerts disse...

I think I come to the right place, because for a long time do not see such a good thing the!
jordan shoes