segunda-feira, outubro 31, 2011

Com que

(de repente lembrei ao escrever "com que" que dizia:
"O menino tem que fazer..." e ele respondia na sua linguagem pequena mas afirmativa e forte: "Omeninonãotemque")


Com que alvoroço e persistência se fará um ninho?
(o de cima foi encontrado no chão e reposto mais tarde numa árvore
- o outro, ocupado na Primavera, vagou no mês passado)

Com que alegria (vã) se farão castelos na areia até à próxima maré?

Com que divertimento se construirá/habitará uma casa com uma risca amarela e se colocará
um azulejo destes à porta?


E com que audácia vigorosa rebentam as pedras,
as pequenas raízes e as grandes árvores?

Com que vento de Outubro se separam as sementes do fruto?




E com que (caminhos de) ternura se escrevem versos soltos - a gente anda à volta das chapas pintadas, a olhar as paredes,
a lê-los, a lê-los.

12 comentários:

Maria disse...

Tu, as pedras, a natureza, tu, as áervores, os pormenores, tu e as tuas palavras...

Beijo.

M. disse...

Tão tão bonito o teu olhar/pensamento sobre as coisas deste mundo e de um outro adivinhado!

R. disse...

E com que generosidade se partilham estes olhares, estes gestos e estes versos... "A gente anda à volta" de muitas coisas, e algumas delas valem muito a pena. Eis aqui um exemplo disso.

mfc disse...

Tu Vês coisas interessantíssimas e pensa-las como se fossem importantes!
E na realidade são importantes e lindas!
Beijinhos meus.

Justine disse...

E com que olhos senão os de procurar a beleza se pode suportar a visão deste mundo?
Bjinhos

jrd disse...

Com que sensibilidade se tratam as coisas e as gentes, a vida...

Abraço

lino disse...

Belas imagens!
Beijos

Filoxera disse...

Sempre tão inspirada...
:-)
Beijos.

heretico disse...

com que serena inquietação se cultiva a raiz da coisas simples e belas?

beijo

Licínia Quitério disse...

Com que forças moldas a beleza destas perguntas? Com que penas fazes voar o coração sobre os mundos? Com que... B.? Beijos.

Mar Arável disse...

Com que olhos abertos

se desvenda a vida

mesmo por dentro das pedras

hfm disse...

Com que? Com que? Enquanto te interrogares o mundo poderá ser teu.