terça-feira, setembro 01, 2009

Outras terras, outras paragens


Num qualquer dia de semana que os brindes são ao viver
(cenas na TV do filme "Some like it hot")

Comer depressa a sobremesa do dia aberto



Procurar pássaros, mesmo os raros nem que os não veja


Janelas e paisagens para lado nenhum




Percorrer terras altas onde escorrer o olhar
até ao sal deixado nas terras baixas.
Ver a forma das nuvens e a imensa ausência delas.

("tomar ar" é coisa que não se consegue entre
prédios
carros
conversas sem nexo
mensagens
tecnologias
- e fobias -)

7 comentários:

Maria disse...

Por isso me refugio na ilha - céu aberto, muito mar, e muito ar para respirar...
Belas fotografias, mesmo as de vista para lado nenhum :)

Beijo

Alien8 disse...

Tchim-tchim contigo e com as fotos. E, já agora, antes do "dessert", um petisquinho salgado, ou até um pouco mais. Belas fotod, mas issom já tu sabes.

Um beijo.

Teresa Durães disse...

felizmente que no me quintal ainda vejo as estrelas!

Filomena Barata disse...

Fantástico o teu olhar ...

Justine disse...

Que tomes o ar todo preciso para respirares bem, e armazena algum para dias mais parados...
Um abracinho e diverte-te

jl disse...

Vá lá (talvez seja um disparate): mas não andaste pela Costa Vicentina? Pelo menos (mesmo que lá nao tivesses chegado) pela alentejana?

M. disse...

Pois é, não há melhor do que a Natureza para equilibrar a natureza humana. Ou até mesmo salvá-la da insatisfação dolorosa.