terça-feira, novembro 24, 2009

Quinta da Aveleda IV











Encontrar flores e todas as cores,
recortes de jardim.
Nenhum Minotauro assusta neste labirinto.

E somem-se medos e perguntas, no simples prazer de "ver".

O resto que aqui não cabe em paciência, ficará "nas minhas coisas à solta"!

4 comentários:

Meg disse...

Bettips,

Tenho-te seguido sem palavras.
As imagens que me tens mostrado falam-ne mais do que qualquer legenda.
São os teus olhos... é o teu sentir que perpassam nestes momentos de rara beleza.
Obrigada por comungares connosco, neste momento de tanta "sujeira", estes teus passeios pelo outro lado da vida, onde ainda resta a beleza numa imagem da vinha virgem, em pleno Outono.
Por exemplo.

Eu ando a praticar, ainda com pouco sucesso mas muita persistência... às ocultas.


Beijinho para ti.

hfm disse...

Perante estas fotos os pincéis ali ao lado começaram a mover-se e o meu olhar ficou glutão. Lindas-

Filomena Barata disse...

que calma a das tuas flores ...

M. disse...

Um passeio romântico na nossa contemporaneidade.