quarta-feira, maio 07, 2014

De todos os lugares/mares

"A cabeça sem sítio onde pousar a calma"









Mas será inevitavelmente na beira do mar, virada a SUL, de olho vigilante como ave.
Será o possível.
Entre o passado perto e o presente de cravos (re)lembrados, acertarei no (meu)chocolate do ano, o maior: lugar aberto ao vento e ao azul bem perto.



8 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Fotos que nos trazem calma e doçura!
Não sabia que ainda havia furos da Regina! :)

Abraço

WOLKENGEDANKEN disse...

Ayyyyy, quanto gostaria viver perto do mar ou pelo menos um pouco mais perto. Desde Vienna ao mar adriatico que comparado com o Atlantico é uma banheira suja sao muitas horas.

uma abrazo da Wolkengedanken que mudou de blog :)

WOLKENGEDANKEN disse...

Aha, o comentario aparece automaticamente com a identidade do blogspot. Bom, de todas formas o meu novo blog esta escrito em alemao.

heretico disse...

gosto desse vento - a despentear a calma...

Anónimo disse...

Beijinhos de cá. I

Justine disse...

Que privilégio é ter uma praia só nossa - deserta de gente e cheia de vento e azul...
Aproveita-a bem!

a.filoxera praga disse...

Imagens de serenidade...
:-)

M. disse...

A luminosidade dos dias.