sexta-feira, janeiro 12, 2007

De Abril, águas e vapores mil










Diz-se
que recordar é viver.
Recordar o que foi lindo é, pelo menos, fugir para a ilha da Beleza Feliz. Sem falar nem explicar porquê. Precisar de Felicidade, somente.

No jogo do "Palavra Puxa Palavra", e neste caso a palavra "Física", a minha fotografia foi escolhida das várias que tenho das Furnas, S. Miguel, essa ilha mística com cor de esperança e nome de arcanjo.

Impressionante sentir viva e ofegante a respiração da terra.
O contraste com a plácida paisagem.
O perto e o longe. Adivinhado, um fundo convulso.

Para quem não conhece, algumas sequências de lama, vapor, com mistura de cheiro a enxofre e ferro. Uma inquietude no solo e no ar.

Apetece ficar por ali, como numa catedral, a invocar os deuses, a descobrir sinais e cores diferentes no barro e no verde.
A provar todas as águas, a senti-las com a mão e a boca.
Wagner, grave. Sons de um mundo desconhecido.
E o chão que nos atrai o espantado olhar.

1 comentário:

PALAVRAPUXAPALAVRA disse...

Lindas, as tuas fotografias. Todas elas. E como gostei de ler o teu texto, tão sentido!
Bjs
M