terça-feira, janeiro 09, 2007

(Re)Volta no ano que se desejava Novo









"Un bien n'est agréable que si on le partage" - Séneca

Esta forma de estar eu, não tem sido fácil. Muitas vezes encontro o vazio: alguém ("alguéns") levou o que dei de tão boa vontade
a alegria o bolo o jantar o livro a intimidade
A vivência tem tido dísticos, metáforas, desertos, coincidências demais. De há anos passados, me é mais difícil saltar sobre areias movediças, gentes. No fim do ano, como um ciclo, (re)voltam esses pântanos, esses juncos podres que escondem abismos pessoais. Reparo que não só meus. Um tempo que cansa, antes e depois dele.
O meu alimento principal é o do espírito e aqui, muito especial e anonimamente, o procuro também.
Sem mais palavras que se vejam
deixo que imagens falem.
Não sei se hei-de ir à volta
de mim ou outros.

Não sei se hei-de ir pela flor no lago, pela ponte, se passar o rio a vau. O outro lado parece tão límpido... e corre para o mar!
Algum dia, distraidamente como é todo o acaso, tudo se resolverá.
Ou chega a Primavera e deixo de sofrer esta agorafobia asfixiante.








12 comentários:

paper life disse...

Olá.

Passar um rio a vau é muito bom se conhecidos e acautelados os baixios. :)

Agorafobia, não creio. Cresce-se e já não se tem de gostar de toda a gente como na catequese ou na família nos ensinam.

A Primavera ajuda e falta pouco.

Beijos

Fica bem. :)

Maria disse...

As fotos são tão lindas, que depois de te ler voltei às fotos... perdoa.

Beijo

wicky disse...

o silencio em ti te responderá

um beijo

Bela disse...

Querida Bettips,posso oferecer-te meu braço, para juntas atravessarmos a ponte? Pode ser que do outro lado esteja a Primavera...

Vida disse...

O sol volta sempre às nossas vidas, atravessa a ponte e não olhes para trás, vive o que de bom te é oferecido.

Beijos.

Teresa David disse...

Deixa que a tua imaginação se passeie pelos magníficos jardins das imagens e ficarás mais repousada certamente. Belas fotos e texto.
Após 2 dias sem computador que foi invadido por virus aqui estou de novo em visitas após ter feito um pequeno post novo.
Bjs
TD

Zeca Paleca disse...

Isto é tudo muito bonito.

www.lusoprosecontras.blogspot.com

Sandokan disse...

Coisas belas e lindas. Obrigado por nos visitares no nosso cantinho:

www.lusoprosecontras.blogspot.com

Volta Sempre!

Zeca Paleca disse...

Se todos os dias nos surpreendermos com algo agradável, conseguiremos «sentir-nos bem» e tornaremos a vida bastante agradável aos que estão ao nosso lado.

Um abraço e bomfim-de-semana.

www.lusoprosecontras.blogspot.com

o alquimista disse...

Porque não vens cá à ilha...é sempre primavera...

Doce beijo

Mitsou disse...

Enterneceste-me com a tua visita.

E agora, depois de ler este texto belíssimo e tão intimista, reflexão tua mas de tantos nós, deixo-te um beijinho muito doce e a esperança de que o Novo Ano seja para ti uma ilha verdejante de sorrisos floridos.

ivone disse...

Como tudo é tão imenso em si.
Do tamanho da imensidão do mundo.
o sentir imenso.
o querer e não querer estar também imenso.
a tempestade também imensa.
e...em paradoxo...deixa-nos...
contemplação, serenidade, reflexão imensa.
é do tamanho do mundo!!

é uma alma grande.
beijo, ternos abraços
um pensar em si muito terno

ivone