quarta-feira, julho 25, 2007

Teatro (também) é Vida



Com ligação a gentes. Novas margens. Máscaras. Perguntas.
E como ainda - acrescento - gosto tanto deste título:

"O que é que tens de urgente para me dizer?"

É que há contingências: o que se diz ser "da vida": de repente te é precioso o dom de ouvir: por demais precioso: para o desperdiçar: com coisas não urgentes: sobra-te silêncio: preferes ver.

25 comentários:

APC disse...

Vida também é teatro, não é?
Bah!...
Que bons, os momentos em que não!

:-)

Abraço!

Pitanga disse...

Ah o dom de ouvir! SABER ouvir!E entender.

beijos

Meg disse...

Silêncio, que tantas vezes procuramos, de que tanto precisamos, para conseguir "ouvir e ver"...teatro, essa nossa outra vida, e o que ele tem de urgente para nos dizer. Ele sim.

miruii disse...

Eu sou a representação do verdadeiro teatro português... sem espectadores!
Tenho de rever o que represento, né?
Picadas fresquinhas

triliti star disse...

rhohpvzvna verdade julgo nada ser urgente.

-----------------------------------------
o teatro está caríssimo.
no passado domingo levei a pequenita ao teatro Bocage, aqui em Lisboa ver "a alegre história de portugal am 90 minutos" para crianças, adaptação dum livro de banda desenhada da bertrand.
o livro não sei, a peça era palhaçada pura, pretendendo convencer-nos ser didáctica.
a miudagem ria muito, claro, mas ...
e cada adulto paga 15 euros. caríssimo.

Cris disse...

há que divulgar! Desculpa a ausência, mas estou de férias e esqueço-me .... do computador! :) agora vou para a Feira, NISARTES, é uma feira internacional de artes tradicionais, para quem goste de artesenato e boa comida, não há melhor. Passa por Terra, e acede ao link da coudelaria ribeirinho paralta, vais ver que vais gostar está lá o programa todo. Eu Estou Lá! No stand da Coudelaria, óbvio!

Beijinhos

Maria disse...

A ver, sem dúvida...
Pressinto que, mais uma vez, vou "entrar" lá dentro e deixar-me emocionar...
... porque só assim o sinto...

Beijinhos

Maria Manuel disse...

Saber ouvir. Destaco a ideia dessa "arte" difícil e rara. Inteligência, amor, paciência, auto-domínio, generosidade... Sem eles não ouves plenamente!

teresamaremar disse...

Saber ouvir...

Não vou comentar a peça ou o Teatro, hábito que, lamentavelmente, se foi arredando.

Quanto ao saber ouvir, Oscar Wilde ou Orson Wells, um deles (não lembro qual) dizia que por alguma razão temos dois ouvidos e uma só boca :)

Sou muito conversadora (há quem não ache isto suficiente e chegue a dizer-me tagarela), mas ser bom ouvinte é fundamental. Essencialmente não opinar quando nos escolhem como ouvinte, até porque, na maior parte das vezes, as pessoas não precisam de conselhos ou opiniões, apenas necessitam ouvir-se em voz alta.

beijo

Simone Oliveira disse...

Ver, alimentar os olhos, calçar a retina.
Ver, comer com os olhos, alimentar a alma. Ainda assim, perguntar vem depois, como uma prisão particular que faz parte do que eu não quero.

Lindo blog.
S

Anónimo disse...

bom dia B.


com um beijo. e a saudade de te ler....o que estive a fazer.


até um destes dias....por aqui.

(piano)

Sophiamar disse...

E vê-lo e ouvi-lo é tão bom! Aí no Porto tens agora, entre outros, creio, o Sonho de Uma noite de Verão, William Shakespeare, interpretado por gente do norte.
Beijinhos

jlf disse...

Exacto.
Quantas vezes preferimos parar. Ver, apenas. E sobra o silêncio porque a urgência de dizer algo não se coaduna com o momento, a circunstância, a pessoa.
Por vezes é a urgência de dizer algo que, HOJE, não soa! Que a OCASIÃO não merece, que AS PESSOAS não entendem e também não merecem...
Necessariamente que, então, terá de sobrar silêncio, tão só. (E falamos para nós. Para dentro).

Mas AGORA posso falar para TI e dizer - porque é urgente que se diga e recorde: HÁ UMA VIDA QUE VALE A PENA VIVER. O MUNDO CÃO É O TRISTE REVERSO DESSE VIVER. VAMOS OLHAR PARA O VERSO, O NOSSO MODELO... E RECONSTRUÍ-LO... COM EMPENHAMENTO. ESFORÇADO.
Abrs
zl

jlf disse...

Devia antes rubricar, como há pouco me definiste: "lobo solitário".
Assim,
zl-lobo solitário.
Ou, tão apenas,
lobo solitário

Ana Patudos disse...

Deixei uma coisa para ti no paúl dos patudos
bjo
AP

antonio disse...

Ouvir, sim, mas ele há coisas que mais valera não as ouvir!
E muito menos lê-las em forma de letra notificatória. Em vésperas de férias (pelo menos para os políticos e outras elites que tais) entregam-nos o guião duma peça trágico-cómica, temos 10 dias para o decorar e as nossas férias?!
Filhos da mãe!
-
Fim do 1º acto.
Bj
António

D. Maria e o Coelhinho disse...

A D. Maria diz que fomos ao teatro em Veneza. Está louca.


Coelhinho

Moura disse...

Que locais tão bonitos me fizeste recordar, Porto e Barcelona, que tão belos momentos me proporcionaram.
Esta semana fui ver a "Música no Coração" e apesar de não ser o meu género até que me proporcionou uma boa noite.
Abraço

legivel disse...

...o que eu tenho para te dizer não é assim nada de muito urgente, mas é tão bom ter alguma coisa para dizer, não é? já viste o que é aquela gente, sempre muito formal, muito in, muito "coisa" enfim, sempre com o politicamente correcto por debaixo da língua (não vá estar por perto algum gajo maluco dos jornais) sem nada de interessante para dizer que quando abrem a boca mal valia estarem calados, pois ouvi-los dá-me cá uma sonolência... e então quando começam com as citações nunca mais ninguém os cala; nem talento têm para debitar coisas da sua lavra, convencidos do caraças! Não é o meu caso, claro! Olha fizeste-me um a pergunta e eu lancei-me... afinal o querias que eu te dissesse?!

prontos! eu calo-me e oiço-te. abraço silencioso.

tolilo disse...

YES

LIFE IS ALSO PINK !

hfm disse...

urgência de tantos silêncios, urgência de teatros, urgência.

TINTA PERMANENTE disse...

Lembrei-me do nosso Camilo: 'O silêncio é o desafogo das grandes emoções, que abafam o espírito, enturvando-nos a razão'.
Abraço.

herético disse...

anotei. irei ver, sem dúvida...

Jardineira aprendiz disse...

É, saber ouvir é precioso!

Quando vejo anúncios destes fico-me a sentir no fim do mundo - enfim, só um choraminguito!

Beijos!

segurademim disse...

-a vida é um grande teatro-

de urgente tenho a dizer que vou de férias, que vou alegre, que me vou esticar o mais que puder

na areia à sombra

.)**