sábado, dezembro 06, 2008

Exposição (lembrar)

Vestido de cena usado na ópera "La Traviata" de Verdi.



Colar, oferta de Pier Paolo Pasolini


Vestido de cena "La Vestale", encenação de L. Visconti. Scala de Milão, Dez 1954
(danificado pelo incêndio do Teatro La Fenice, Veneza, em 1996)






A sumptuosidade.
Elegância.

A sua exagerada (diziam) tendência para o perfeccionismo na decoração e montagem das cenas.
Paleta em cor da sua modulação de voz, em graves ou doces cantos, no estado apaixonado ou violento.
Os que a rodeavam, enxame.
Lembram-se os poucos que gostavam dela e do seu delírio teatral.

Nós, os humanos, apenas nos deixávamos - deixamos - encantar pelas espirais de sons em que se exprimia.

4 comentários:

WOLKENGEDANKEN disse...

Que beleza !! e nos que vamos todas vestidas como clones com a mesma roupa comprada nas mesmas lojas.E isso já quase a nivel mundial :((

Fernanda disse...

Foi de facto um encanto de exposição.
Um prazer enorme olhar e sentir a presença de um ser, incomparável, no mundo da ópera, mas, irremediávelmente só dentro dela própria.

Que bom lembrar essa visita...:))

jlf disse...

A sumptuosidade e a elegância... Dos riquíssimos vestidos às preciosas jóias...

E o deslumbramento era rematado "pelas espirais de sons em que se exprimia"...

jl

alerts disse...

Although from different places, but this perception is consistent, which is relatively rare point!
nike dunk