domingo, dezembro 07, 2008

Sentidos de natal e de todo o ano







Arrasam-se sentimentos
argumentos.
Faz-se a pausa do sorriso
do embrulho
que há dois meses era já natal
...
para que não fique pedra sobre pedra
do que nos falta:
do essencial.
***********

Não é um poema nem tentativa. Saiu assim depois de 2 ou 3 catálogos deitados ao lixo. De relógios de luxo, de viagens de sonho, de presentes para todos.
Do abc-razão de nos sentirmos vagos.

44 comentários:

mdsol disse...

E saíu muito bem! Como me identifico com o que transmites!
:))

mena m. disse...

Quanta determinação!

Ora faça o favor de deitar mais uns quantos catálogos no lixo...

Um beijinho

Maria P. disse...

E que bem sairam.
Já eu não digo o mesmo, falta-me sempre palavras para ti...:)

Beijinho*

Madalena disse...

E saiu-te tão bem que soa a grito nos ouvidos.

Obrigada por seres como és.

Beijo.

vida de vidro disse...

E saiu-te muito bem. Não é um poema? Quem decide isso? Eu diria o contrário... Esses catálogos... no lixo é mesmo o lugar deles. **

dona tela disse...

Desculpe, mas ando com pouca inspiração.

Bom dia para si.

Filomena Barata disse...

nada consigo dizer-te hoje que tenha um sentido qualquer .... apenas olá, estou aqui e ainda gosto tanto de te visitar.

Justine disse...

Estou contigo, a rasgar exausta e enojada os tais catálogos coloridos e apelativos. Ofensivos!
Beijo

Arabica disse...

Bettips


Fazer do Natal uma noite exactamente igual às noites de festa de tribos re-unidas.

Fazer dos outros dias um dia exactamente igual ao dia de Natal, quando se estende a toalha dos nossos sonhos mais doces...


O mais importante não chega por catálogo :))


Beijo e uma boa semana (já com net)


:))

Maria disse...

Os que recebo vão directamente para o lixo.
São quase imorais, alguns deles.
Mas gosto das tuas pedras. Têm vida...

Um beijo

Teófilo M. disse...

Gosto das pedras, e um dos meus grandes desejos é que um destes dias alguma se decida a falar comigo e a contar-me a sua vida.

Se calhar não vou ter tempo para ouvir tudo...

Alien8 disse...

Bettips,

Peço licença para discordar. É um poema, e bom. E vê-se de onde saíu. Não, não foi dos catálogos :)

Das fotos? Até podia ser. ..."vivíam unas 200 personas.."

O que é que este post retém?

Quanto a mim, o essencial.

UM beijo.

Benó disse...

É bom admirar estas belas fotografias.

Daqui, deste meu cantinho, segue um grande abraço.

Foi bom conhecer-te.

Boa semana.

Licínia Quitério disse...

Tarefa urgente. Antes que os catálogos nos sufoquem de vez.

Um beijo.

Teresa Durães disse...

essa época natalícia...

Filoxera disse...

De uma beleza original extraordinária.
Parabéns.
Beijos.

Meg disse...

Querida Bettips,

Se não é um poema...
gostei de "faz-se a pausa do sorriso do embrulho". Não fica tudo dito?

Sabes e lembras-te de como gosto de pedras, e as "tuas" são lindas, são especiais.

Quanto aos catálogos em papel couché, bem caro,claro, não têm sequer serventia, desculpa. Mais que ofensivos, a sua distribuição chega a ser obscena. Lixo é o destino directo.

Beijinhos

Arabica disse...

Bettips,


o Natal, na sua expressão mais pura há muito que é um assunto "arrumado" para mim.

Recuso-me a fazer nessa época os "algos" que não faria fora dessa época.

Recuso fazer algo só porque é Natal.

Talvez porque acredite que seria uma falta de respeito pelo seu significado mais puro e afinal, essencial...

Outro beijo

O Profeta disse...

Cheguei a meio de um longo inverno
Não tenho no céu uma estrela guia
Uma sombra às vezes procura a luz
O Sol recolhe a claridade ao fim do dia

Na noite
Oiço as vozes dos filhos da Terra
O cantar das águas de uma lagoa
O murmúrio das pedras em suave espera


Boa semana


Mágico beijo

heretico disse...

"A fase presente da ocupação total da vida social pelos resultados acumulados da economia conduz a um deslizar generalizado do “ter” em “parecer”...

o teu poema (sem dúvida!)é disso mesmo que fala...

gostei muito.
beijos

isabel mendes ferreira disse...

roubei a pedra que deu flor.




beijo.

Betty Branco Martins disse...

.querida_______Bettips







FESTAS FELIZES:)_______MUITA





.PAZ_____para o mundo

.SAÚDE______para todos nós

.MUITO AMOR_____no coração de cada "homem"


.UM GRANDE SORRISO_____no rosto de cada criança

.UM OLHAR PARA CADA IDOSO____e ver uma fonte de sabedoria_______...



._________e que se diga_____




"FESTAS FELIZES" TODOS OS DIAS:))





beijO______ternO

com amizade

Lola disse...

Bettips,

O Natal, transformou-se num assustador comércio de sentimentos.
As crianças etc...

Já não é possível entrar nos templos de consumo, estão cheios, a abarrotar de gente apressada a comprar o óbvio.

Eu gosto de estar com a família e de fazer a Festa.

Mas aborreço-me com as compras obrigatórias.

Este ano tem a particularidade de eu preparar a festa da consoada e não estar presente.

Estou a trabalhar.

Beijos grandes

Licínia Quitério disse...

Olá, Árvore! Vim aqui abaixo dizer-te que és linda e não precisas de luzes nem de brillhos para que sejas Natal.

Fez-me bem olhar-te. Obrigada, Árvore!

Maria disse...

Gosto da árvore do post de cima.
E gosto de ti, Bettips...

Um beijo, sempre.

jlf disse...

Estou absolutamente contigo:
há a "pausa do sorriso do embrulho", ou, talvez só, a pausa do embrulho. Ou a pausa do sorriso e o embrulho...

bom, mas falta sempre o essencial, já que o Natal, os natais, são muito mais...

jl

jlf disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
jlf disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Zica Cabral disse...

queria deixar-te um cometario no novo post da arvore mas ao consigo abrir os cometarios por isso faco-o aqui. Tb nao e mau porque adoro pedras ( ou nao fosse eu das regioes graniticas da Serra da Estrela)
Eu tb tenho aprendido imenso e encontrado pessoas optimas e super interessantes ao navegar nos mares blogueiros. E gosto do que escreves e do que poes. Mostra uma sensibilidade refinada, um gosto pela natureza que se assemelha ao meu.
Quanto ao Natal............e um tema que com a sociedade consumista deixou de ter o seu verdadeiro significado para se transformar num comercio descarado e desalmado. Numa competicao a ver quem ganha o grande premio da "divida para o resto do ano". Aqui em Inglaterra e pior do que em Portugal e ha uma verdadeira corrida ao consumo a credito para fazer "boa figura". Pobres criancas que nao sabem o significado do Natal e pobres adultos que ja o perderam tb.
Enfim........desde o fim de Setembro, principios de Outubro que a corrida comecou e ja foram gastas fortunas em coisas "absolutamente e essencialmente inuteis" .......
Um beijo grande para o Porto ( que nao conheco muito bem mas de que gosto muito)e outro para ti.
Zica

hora tardia disse...

obrigada B.



muito.


e tb pelos votos de um bom natal.



beijo.

dona tela disse...

E logo hoje que eu queria deixar um comentário inteligente sobre a arvorezinha. Paciência.

Muitos cumprimentos.

Arabica disse...

Bettips,


Todas as árvorespodem ser de Natal, depende do olhar de quem as sente...


Houve um ano em que a minha árvore de Natal foi um ananaz selvagem...precisava de o ser também, para resistir e sobreviver.


Ficou (para mim) como simbolo de resistência e tenacidade.


E sem luzinhas.


Bastavam-me as estrelas do céu.


ABraço

vida de vidro disse...

Para ti, o desejo de todas as pequenas felicidades que conseguires colher. Um sorriso e um Bom Natal!

legivel disse...

Ah! mulher que eu até me arrepelei, quando cliquei (é assim ou com "k"? clikuei? ahahahaha)no post do andar de cima, antes de aparecer a imagem. Querem lá ver que ela como não viu nenhuma "daquelas árvores lá no meu sítio" (querias! ver espaço tão aspirado todos os dias! cheio de pinhas e caruma... ) vai prantar uma aqui. Descansei claro. Nessa que lá tens não cabem bolas multicores de falsas esperanças ou na sua base um presépio com banqueiros montados em camelos (minhanossasenhora!) seguindo a estrela do grande capital. Para o ano tenho que ver se me lembro de escrever um texto nesta base que dá pano para mangas.

Beijinhos.

legivel disse...

... e nem referia este post.

Tenho aquele "coiso" dos ctt, colado na caixa de correio. "que não me encham o receptáculo com publicidade". E depois mais abaixo, colei outro com uma foto minha com a boca toda aberta, a verem-se os dentes e a espumar e com os seguintes dizeres "CUIDADO COM O CÃO!"
Até hoje - e já lá vão imensos anos, apenas lá vi um papelinho pequenino, branco. Do Doutor Kabumba. "... que trata também acessos de raiva." O sacaninha...

Conceição Bernardino disse...

Olá venho desejar um Santo Natal.
Não existe um Natal ideal, só o Natal que você decida criar como reflexo dos seus valores, desejos e tradições. (Bill McKibben)
Beijo
Conceição Bernardino

Teófilo M. disse...

A árvore de Natal é perfeita até pelas cores com que se matiza, quanto a Lisboa... também tenho saudades, dos cheiros, da luminosidade, do rio, do fado na Bica, da saltada à Gulbenkian no intervalo do almoço, do Solar dos Presuntos, do Castelo, ...

Feliz Natal

Arabica disse...

Lisboa é uma cidade que inspira saudade...uma saudade vaga de passos perdidos, de vozes que se cruzam com olhares, da luz do sol, quando já maduro de vida, se inclina sobre o casario do castelo...

E o rio sempre a tentar-nos na viagem...

Beijinhos

Arabica disse...

Bettips :)

A amizade pode ser a amarra mais forte que ns segura em dias de temporal.

Assim o coração o permita.

E tem permitido.

Teófilo M. disse...

A amizade lá está... de ferro, e a sua marca inscrita na pedra... dura.

Arabica disse...

Bettips, desculpe :) a menina anda a brincar connosco? ;)


Onde já se viu os comentários todos guardados a sete chaves numa caixinha fora de sitio? :)


Beijinhos, amiga!

tulipa disse...

Pelo Mundo fala-se na crise de valores e ideias.
Pudera! Só dão importância a mesquinhices...

Com o Natal à porta, os meus votos são:
Que nunca cesses de encontrar novas possibilidades na vida e em ti próprio.
Que mantenhas dentro de ti uma Paz que nada possa destruir.
Que o ano 2009 seja tal como desejas.
Beijos.

Hoje é daqueles dias em que o sol devia entrar pela janela da casa e levar a hipocrisia que fustiga muitas almas...

Na impossibilidade de deixar comentários nos posts mais recentes, tive que deixar neste.

Jofre Alves disse...

Venho apreciar este magnífico blogue e desejar um santo e Bom Natal e um Próspero Ano Novo, tudo cheio das maiores felicidades, repleto de esfusiante alegria, com tudo de bom, com muito bacalhau e rabanadas minhotas.

intelligence disse...

gucci purse
cheap gucci
cheap gucci
gucci wallets
prada