terça-feira, maio 10, 2011

Acontece

Vamos lá a arejar o mofo das palavras, deixar de nos azucrinar sempre com a mesma conversa da pobreza, da modéstia, da virtude e da poupança. Comecem, meus senhores, façam o favor de nos contarem como quando e onde!

Ou foram passar uns dias à "segunda casinha" e deixaram o papel na porta?




"... que de tantas notícias e agravos,
fico sem pernas nem rabos"

(e num ápice me aparecem as imagens, saltam do tempo, saltam das pedras que falam)

(se não fosse a infeliz e antiga data, pareceria que todos agora se reúnem e debatem de-bates de-bitam bitaites
para "nos melhorar", na avenida, da larga e deformada informação que servem, todos os dias, todos os dias)

Caramba, todos os dias e ainda falta tanto para "a pausa para reflexão"!"

12 comentários:

hfm disse...

Um post de primeira água!

Rosa dos Ventos disse...

Dizes bem...e ainda falta tanto tempo para a "novela" chegar ao fim!

Abraço cansado

Mar Arável disse...

São espetáculas baratos

A conta só aparece no fim

mfc disse...

Que instantâneos mais porreiros!!
E as palavras?! ... certíssimas!

jrd disse...

Soberbo!
Da fina ironia e da mordacidade necessárias a uma pausa para "a reflexão desnecessária".
Abraços

Lizzie disse...

Isto deve ser sono. Acho que ando a alucinar: parece-me que vejo e ouço sempre a mesma vazia coisa quando, raramente, ligo a televisão;

notícias retorcidas ou amputadas, marionetas que nem a naftalina salva, concursos a humilhar gordos, famosos fechados numa casa à custa dos nossos impostos e festival da eurovisão. Credo!

Por isso avalio os ditos políticos botando a televisão sem som. Ficam só expressões e gestos. Elucidativo. Se não fosse para chorar era para rir.
Sobretudo dois. Completamente patéticos quer no que lhes é natural quer no que lhes foi recomendado. Às vezes nota-se tão bem uma coisa e outra.

Enfim, bastam cinco minutos e é muito mau quando bastam cinco minutos...para ouvir tudo o que não dizem.

Beijinhos

Filoxera disse...

Fantásticas, estas associações de ideias!
Beijos.

Justine disse...

Acabamos por ensurdecer. Eu já estou surda! E portanto não ouço. Porque se ouço, rebento de raiva com tanta mentira, tanta ognomínia, tanta falta de dignidade...

Teofilo M. disse...

Pelo menos já temos cobertores para o Inverno, pena que a tal comissão de melhoramentos (pelos vistos de boa memória) não possa ser convocada novamente!

heretico disse...

excelente.

a subtil ironia. o acerto das palavras. a amarga declinação do texto...

beijos

jlf disse...

A pausa para a reflexão é um acto solitário que não espera por outros actos, factos e aparatos...
jl

greentea disse...

é como digo...nada melhor do que ir até à piscina fazer hidroginastica e ouvir os comentários das outras frequentadoras!! E que doutas opiniões...
(só é pena que os politicos não frequentem estes espaços, pois tinham muito a aprender ,eheheh