quarta-feira, maio 04, 2011

Vim aqui





... estes anos,
quase 500 vezes.
Com a brandura dos ninhos a esperança das aves
ainda por nascer.
Nem poemas nem dissertações:
apontamentos.

Das redes e dos bichos, das interrogações, das memórias.

Talvez um dia me volte só para o chão e me debruce nas flores
nas ervas;
atentamente

e nada disto tenha importância.
De maior.

10 comentários:

hfm disse...

Depende do ponto de vista, para mim faz muito, muito sentido.

mfc disse...

Tem sempre a importância da escrita... e da visita!

jrd disse...

"Repetir" a Natureza faz sempre sentido.

Justine disse...

Por enquanto - e cada vez mais - tem toda a importância.
Onde é este canto de silêncios??

Rosa dos Ventos disse...

E ainda bem que eu também aqui vim! :-))

Abraço

Lizzie disse...

Tem importância, sim!

"Talvez um dia me volte só para o chão e me debruce nas flores
nas ervas;
atentamente",

...e fazes-me lembrar de como o pão é filho das mulheres e das formigas.

E de como, olhando "atentamente" uma migalha pode ser um pão gigante para um pássaro ou outro qualquer bicharoco.

Hei-de contar a história, lá na casa pequena, logo que tenha tempo para me sentar à lareira.

Beijinhos

Mar Arável disse...

Tem importancia e dimensão

como ponto de partida

para outros voos

heretico disse...

"Talvez um dia me volte para o chão e me debruce nas flores..."

Poesia. cristalina!

beijo

Licínia Quitério disse...

E eu venho muito mais vezes do que aquelas em que deixo rasto. Não deveria ser assim, até porque nunca as tuas janelas para a vida me deixam indiferente. É porque sou assim mesmo. Olho, vejo, leio, admiro, mas "esqueço-me" de dizer. Como sou capaz de passar por uma pessoa, vê-la, olhá-la e "esquecer-me" de dizer seja o que for. Como me "esqueço" de responder a mensagens que me importam. É como se eu tivesse uma outra maneira de dizer que não se exterioriza, fica presa num qualquer lugar cá dentro de mim. Não é confortável, não é delicado, mas é assim.

É muito bom passear por este teu/nosso lugar de mimos e reflexões.

Beijos, Bettips.

Lizzie disse...

Pronto, apeteceu-me ter tempo para as coisas pequenas lá na casa grande...tantas que nem um décimo lá pousaram. sendo mulher, cada vez que me vejo ao espelho me vou lembrando de mais.
Enfim, ele há espaço e espaço.