quinta-feira, junho 29, 2006

Porque...







"Crente é pouco.
Sê-te Deus
e para o nada que é tudo
inventa caminhos teus" (do Borda D'Água 2006)

Quem aqui passa por curiosidade, amizade, vontade, casualidade ... já reparou que parece que tenho muitas coisas a dizer. E sim, mas. Muitas vezes, o silêncio e estar só, é o mais importante para mim. Tem dias ... neste momento, com árvores.

PS.: Sabem o que eu acho? Ainda mal havia luz, há 60 anos ... e um dia, uns fios, um interruptor e pronto! A luz era fracota e falhava às vezes. Eu sempre pensei que uns seres pequeninos "transportavam" do sol, a claridade para casa... E semi-cerrava os olhos, num feixe de luz, e eles lá estavam, a mexer! Sério. Agora, é parecido. É que os anõezinhos que andam a levar isto e aquilo do meu lugar para aqui e ali, nomeadamente para aqui estão cansaditos.

3 comentários:

Anónimo disse...

Parece fácil comentar os teus escritos, escritos e fotográficos. Mas não, nem por isso. Fácil é dizer-te que és sensível, tens bom gosto, alma poética e que temos Artista. Difícil é comentar o que nos dizes, não explicitamente. Mas comentar,bem feitas as contas, não será o mais importante. O importante é que nos continues a proporcionar uns "miminhos". É que muitas vezes não chegam as palavras para comentar um sentimento ou uma imagem. Por isso, sempre que te apetecer, brinda-nos.

Os meus respeitos.

Carlos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Ana disse...

As fotos são lindas... o texto também... como sempre, aliás! :)

Beijinhos