segunda-feira, junho 26, 2006

Também guardarei a Amizade (mesmo que seja numa caixinha)


Ontem, deram-me flores. Das cores que mais aprecio. Não sabendo bem o que é "público" ou "privado", apetece-me deixar aqui palavras para pessoas que se reencontram no espaço. Algumas surpresas felizes outras nem tanto. Transportamos para aqui os nossos gostos e egoísmos, diria mesmo os "lobbies". Por isso os grupos se formam e nota-se. Os meus Grupos só me interessam em nome do conhecimento, da psicologia das relações, da partilha de saberes e sabores da Natureza, da História, das viagens e imagens. Eu sei dos meus gostos mas encontro quem também os tenha e não preciso de pôr um anúncio nem pagar quotas. Descobri, em meses de contacto com o maravilhoso "Dias...", gente que adoraria abraçar, outros que gostaria de conhecer, com quem gostaria de passear. Descobri também a solidão e sofrimento que se expressa em textos e poemas: e por isso não estou (não estamos) só. Apetece-me às vezes responder muitas respostas, mandar palavras de apoio solidário (alguém está doente dos olhos, alguém persegue a ideia duma criança sua, alguém fala do luto). O resto, ponto final, parágrafo, adiante. Mas relevo a generosidade de quem DÁ, aqui e agora.
Assim, porque me apeteceu como escrevo no princípio, aqui é inscrita uma amizade insólita (é o mínimo que posso chamar-lhe), conhecida há décadas, partilhada em tempos bons e maus. De quem não sabia nada ultimamente mas que existe num riso plasmado numa fotogarfia do meu quarto: em Holland Park, o roxo e o amarelo, uma alegria de juventude cúmplice.
Para ela foi a minha saudação esta tarde. E como ambas temos e gostamos de caixinhas, talvez se possa guardar um pouco de perfume de alfazema, o perfume da nossa adolescência.

3 comentários:

Anónimo disse...

A "fotogarfia" é mesmo uma fotografia! O meu Senhor Administrador Eng.Informático andou a mexer, por aqui, mas como está longe, faltam-me as dicas para poder arranjar o meu sítio como estava. Branquinho. Olha, menino, ou contribuis, ou comentas ou não mexes. Mamãe

Anónimo disse...

Olá
Mas pode mudar de cor como e quando quiser.
Agora virou blue e que bem que está.
E que bem que comunica, que escreve, que dá!
Abraco
Manuela (do Dias...;-)

Ana disse...

Mais um texto lindo!!