terça-feira, julho 11, 2006

Convento na serra, onde há um impermeável silêncio da alma







... um tempo ascético, só compreensível se abandonarmos, à porta, nas pedras, a actualidade da vida que vivemos. Saímos, lavados e plenos de espanto místico, mesmo que não se acredite.
A realidade era aquela. Alguém a viveu. Convencido.
Que felizes devem ser os que elegem um deus para o sentido das suas vidas! Tudo, assim, se explica.

3 comentários:

Manuela disse...

Mas onde é?
Ainda em Sintra?

bettips disse...

É o Convento dos Capuchos da Serra de Sintra. Pensado por D. João de Castro vice-rei da India, foi construído pelo filho, D. Alvaro de Castro no limites da sua quinta da Penha Verde, propriedade doada por D. Manuel I. Estamos portanto em meados do sec.XVI ... e a sério que parece que recuamos no tempo. Tivemos a sorte de encontrar um historiador/investigador completamente dedicado e entusiasta.
Vale a pena ir respigar a história, é muito interessante e, para mim, diferente de tudo o que vi até aqui! Claro que tb gostei muito das árvores...

Moura disse...

É um local interessante. E pensar que o visitei em completo abandono nos anos 80! Este esquema de visita guiada por um bom técnico utilizado agora em Sintra (Quinta da Regaleira, Monserrate, este convento...) parece-me de louvar! Mesmo que se pague (e bem...) aprende-se e o faz-se um bom serviço ao património que precisa de quem trate dele (e isso custa dinheiro).