sábado, julho 29, 2006

Continuação de 6ª feira





Ao amigo da Bioterra direi que ando por "lá" há meses, estas andanças começaram há um ano, com os "Dias com árvores" e os "Aliados". Foi essa forma de ver o mundo que me ajudou a falar das minhas pequenas coisas. Isto...de termos companhia! A lista que aparece no blog não é a lista total dos meus interesses e até está desactualizada. Por exemplo, o meu "Parente" em Monchique é um dos meus jornais do Sul! Bem hajam os que aqui aparecem ... com um ramo de oliveira e um riso de horizonte largo.

9 comentários:

MaD disse...

Obrigado, minha boa amiga, pela referência tão carinhosa.
O ramo de oliveira é "arma" imprescindível, como símbolo de paz e concórdia.
A largueza de horizontes, com sorriso à mistura, é algo talvez mais difícil de obter, mas não menos importante.
Procurarei que ambos me acompanhem sempre.
Continue a partilhar connosco a sua cultura e o seus sentires.
Um bom Domingo.

alfazema disse...

Minha amiga
Gostei do teu blog, das fotografias, do colorido, dos interesses.
Voltarei mais vezes. Beijinhos

Ana disse...

Que belas fotos!!! Muito lindas mesmo...

António Baeta disse...

Regresso do "paraíso" e vejo-a a passear pelas Janelas Verdes, local onde os nossos olhares se deslumbraram de paz e de beleza, neste mesmo mês de Julho.

greentea disse...

gosto de vir aqui e de me cruzar com a tranquilidade e a paz das oliveiras...

Sabes que tenho uma mini oliveira e este anos até deu azeitonas ????

Teresa Durães disse...

obrigada pelo ramo de oliveira!

só agora consigo entrar e mal... estou de férias e a minha ligação à net é muito leeeennnnntttttaaaaa...

como este blog tem fotografias....

demoooooorrrrrraaaaa neheheheheheh
assim, com mais calma, quando regressar, volto para ler e ler. Até lá, uns bons dias de verão!

Teresa Durães disse...

(sem querer apaguei o seu comentário mas está comigo e li-o. Peço desculpa.)

Mónica disse...

estranha imagem: a oliveira está dentro? :-)

bettips disse...

Mónica: Museu Nac. Arte Antiga/Lisboa. Uma oliveira num vaso, sim, dentro do bar, numa porta que dá para os jardins (lindos!). Gostei dessa oliveira "doméstica", espero bem que a transplantem... Abç