quinta-feira, julho 03, 2008

Anonimamente



Um pensamento gémeo, deixado como que por descuido
(e finalmente, de novo no silêncio de si, perdeu a vergonha de chorar por coisas pouco comuns)
"...
Dei-me conta que chorava
pela avó
pela mãe
pelo filho
pelas árvores
pelos sítios
pelas distâncias
por mim
por todos
os passados os ausentes
os presentes os dissidentes
da vida
..."

23 comentários:

heretico disse...

lágrimas que humanizam...

beijo

Anónimo disse...

Gémeo?
Por descuido?

Reparei nele "en su sitio" e reparei que estava assinado: "B"...

abr
jl

CESAR disse...

Do pó surgimos, ao pó voltamos...

Ser em vida, perdurar na morte. Não é a carcaça que fica, essa será usada de outra maneira, é a memória que perdura.
E temos de ser dignos de perdurar.

CESAR

Maria disse...

... ou perdeu só a vergonha de chorar...

Saudades de vir aqui...
Beijo

mena m. disse...

Por vezes temos que lavar a alma...

Beijinho

Filoxera disse...

Trazemos sempre connosco aqueles que já não vemos...
Beijos.

hfm disse...

Belo.

Alien8 disse...

Anonimamente belo.

Bom fim de semana e abç, Bettips.

tulipa disse...

OBRIGADA!! Pela partilha.

Por aqui, ofereço cavalos,
feira equestre
e regata de barcos
neste fim de semana.

Belíssimo poema...
Os meus sinceros parabéns!...

Passei para te deixar um abraço. Grande...grande...

És especial!

Justine disse...

Sabe bem chorar por coisas pouco comuns - como a beleza de uma pedra, o silêncio de um lugar, o sortigélio de um amigo.

O Puma disse...

Nunca se arrependa de chorar

Metamorfose disse...

Chorar alivia a alma,eu sou choramingas e acredita que em momentos de alegria dá-me para chorar e claro que prefiro estas lágrimas do que as derramadas pela dor. Beijo

M. disse...

São bonitas as sombras e a luz das tuas fotografias e das tuas palavras.

TMara disse...

pois se a terra, ou o põ são isso e tal lhes basta que outro nome seria necessário?
Bjs.
K a luz sempre esteja em nós

Jardineira aprendiz disse...

Posso deixar um sorriso? :)

Depois das lágrimas os sorrisos. Para nascer de novo.

Beijos

dona tela disse...

Vou ali e já volto.
Beijinhos.

Teresa Durães disse...

as lágrimas limpam-nos por dentro

Ana disse...

E já secaram as lágrimas?
Chorar é o dom que nos foi dado para os momentos em que o peito estala.
Depois havemos de saber sorrir.

Um abraço.

heretico disse...

beijo

Mar Arável disse...

Lágrimas?

se forem soltas.

Maria P. disse...

lágrimas...ou passar em silêncio...

Beijinho*

Filomena Barata disse...

Surpreendes-me sempre.
Eu que já as derramei lágrimas contigo, sem querer. Apenas de te ler.

APC disse...

"A tristeza pura é tão impossível como a alegria pura"
(L. Tolstoi, "Guerra e Paz")

... Tens a capacidade de nos levar contigo aos lugares da alma aonde vais.