sábado, setembro 06, 2008

Filho de rios





Ainda reminiscências de cruzamentos, entre rios e memórias.
A delícia que foi viajar no comboio histórico.
Feliz surpresa, chegar escura e fuliginada por todo o lado.
Da Régua ao Tua, num aniversário, há anos.

5 comentários:

Fernanda disse...

Tenho que fazer essa viagem...:))

Se a máquina mostra esta beleza,...imagino os olhos a guardar esta beleza na memória.

E viajar vale sempre a pena...)

Alfazema Azul disse...

Uma viagem inesquecível feita num verão "infernal" quase irrespirável. Saudades! Tantas!
Valem-me as tuas fotografias!

Beijinhos

Anónimo disse...

Também gostei muito dessa viagem, mais recentemente (já não com as locomotivas do nosso tempo de meninos). Até à Régua. Depois, Douro abaixo pelas eclusas.

abr
zl

Justine disse...

É preciso é saber procurar o tempo (quas)perdido, que acabamos por encontrá-lo...:))

M. disse...

Muito bonitas estas tuas fotografias que falam.