terça-feira, junho 19, 2007

Linhas e Livros II







E os livros dão-me todo o espaço que eu preciso, quando nada mais tenho.

Associado à cultura - por isso continuo "no sítio das linhas" - esta maneirinha, caseira, cultura de ler, surge-me o desafio da "Rosa-chá-sem-espinhos", uma das mulheres estimadas. Sobre os últimos livros que li, sobre o que ando a ler.
E ainda bem que não tenho de falar nas minhas preferências todas!

Fiz um apontamento breve, no meu perfil: Memórias de Adriano e Os Sete Pilares da Sabedoria são livros lidos em que pego, de vez em quando. E, como segundo a Maria e o ditado popular "diz-me o que lês e dir-te-ei quem és", assim se arrefece a "batata quente" e desencanta o segredo:

- Eu sou a realidade de todos os livros que li e todos os que ainda vou ler -

Exaustivamente e desde que comecei a juntar letras, lia tudo a eito. Se não tinha que ler, pegava no Dicionário de Português. A lembrança da primeira palavra da qual não soube o significado é nítida: no liceu, já no 3º ano: "incomensurável".

Livros! A Biblioteca Pública e eu com 8 ou 9 anos, a escolher o livro "De Angola à Contra-Costa" ... julgando que ia ler aventuras em África!
Quando encontro algum desses amigos, é como se me visse a crescer, a adolescer, a amadurecer e, enfim, a rejuvenescer.

Dá-me uma certa pena pensar que não tenho tempo para tornar a passar os olhos em tantas preciosidades, Jorge Amado, John Steinbeck, Ernest Hemingway, Camus, Woolf, Duras, Natália... os velhos Eça, Garret, Camilo...os poetas ... Não! Páro porque não os sei, pilhas imensas.
Como há dias disse a alguém: são o "forro de mim".
Os livros que li nos últimos meses:
Orgulho e Preconceito/Sensibilidade e Bom Senso - Jane Austen
Jerusalém - Gonçalo M Tavares
Aquilo que eu amava - Siri Hustvedt
O Fiel Jardineiro - John le Carré
A Tarde Azul - William Boyd
O Coração das Trevas - Joseph Conrad
A Mancha Humana - Philip Roth
As pequenas memórias - José Saramago
Balada para Sérgio Varela Cid - Joel Costa
o remorso de baltazar serapião - valter hugo mãe
Cemitério de Pianos - José Luís Peixoto
Correspondência - Sophia e Sena
O Último Negreiro - Miguel Real
Os que ando a ler:
A Ilha do Dia Antes - Umberto Eco
A Sombra do Vento - Carlos Ruís Zafón
A Memória dos Sentidos - Licínia Quitério
À Sombra de Árvores com História - Paulo Araújo, Maria P Carvalho e Manuela D.L.Ramos
Milénio I. Rumo a Cabul - Manuel Vázquez Montalbán

30 comentários:

maria carvalhosa disse...

Obrigada, Bettips. Julgo que fiquei a conhecer um pouquinho mais de ti.

Beijos. :)**

jlf disse...

Essa de que os livros são o nosso forro... é genial. (Sem o mínimo favor e longe de qualquer cortesia...).

É muito verdade: diz-me quem (o que) lês... Dir-te-ei...

E nos últimos meses só leste isso?
Tão pouco? Que horror!...

(Quem me dera... Um certo cansaço tem-me trazido um preocupante fastio de ler... Mas isto vai passar... Espero!)

"Sou a realidade de todos os livros que li e todos os que ainda vou ler" acho que é a constatação de todos nós. Mas a frase (feliz) é tua, outra vez. E a força especial que tem essa "e todos os que ainda vou ler"? É a "ameaça" da "reincidência"... A persistente teimosia de moldar a tal realidade!
Ah, mulher de fibra!

Dei comigo a pensar: e "a realidade" dos que não lêem?...
Mais: a dos que não leram, não lêem nem algum dia virão a ler!...

Vou-te deixar em paz...
zl

herético disse...

" diz-me o que lês e dir-te-ei quem és" e tu és muito pela amostra dos teus gostos literários.

jlf disse...

Ah!
Fica sempre alguma coisa por dizer (mas quê, ele é tanto!...)

E as fotografias?!!!!...

Raios... Se não és mesmo fotógrafa profissional...
Se precisares de quem assine a certidão, eu assino: FOTÓGRAFA DE ENORME QUALIDADE. QUE O MESMO É DIZER: DE FORTE SENSIBILIDADE!
zl

Hands of Time disse...

Gostei da escolha da foto de apresentação, "o beijo" de Klimt, muito bom gosto.

vida de vidro disse...

Estive a ver quantos já li e quantos me faltam dessa lista. Os livros acompanham-nos, formam-nos, abrem-nos as portas de mundos desconhecidos. Sem dúvida, os teus hábitos de leitura dizem de ti. **

mac disse...

Os livros acompanham-nos sempre, fazendo-nos viajar para parargens longíquas, ou fazendo-nos pensar noutras perspectivas. Pessoalmente, mete-me 1 pouco de confusão entrar numa casa, e v~e-la despida de livros.

Mr. Lynch disse...

Bettips;
Como está a minha querida amiga?
Eu gasto rios de dinheiro em livros... Tenho largas centenas (talvez já tenha chegado aos milhares) de livros de todo o género e continuo sempre a ler mais e mais. Todas as noites possuo o ritual de ler antes de adormecer.
Desde que me recordo de existir que recordo de ler. A minha mãe diz-me que antes de eu conseguir ler, via os desenhos e inventava uma história. Fico chocado com a nova geração que diz que "não curtem ler"... Questiono-me de como é possível.
*

PS: De momento estou a ler "Terreno Vedado" de Annie Proulx, uma colectânea de contos desta singular escritora. De seguida espera-me "O Processo" de Kafka...

Ruela disse...

Bonitas fotos, estive de passagem por alguns desses locais.

Frioleiras disse...

A tua "lista" ... lembra-me as antigas "férias grandes"... qd me deliciava com "pilhas" de livros, q podia, enfim, ler...

"Memórias de Adriano" ... dos mais amados...

TINTA PERMANENTE disse...

(...)Dá-me uma certa pena pensar que não tenho tempo para tornar a passar os olhos em tantas preciosidades(...)

'Suponham que o tempo é um círculo que se curva para trás sobre si próprio. O mundo repete-se a si mesmo, rigorosamente, até ao infinito.
A maior parte das pessoas ignora que voltará a viver a sua vida outra vez. os comerciantes ignoram que voltarão a fazer o mesmo negócio uma e outra vez. Os políticos ignoram que voltarão a gritar na mesma tribuna um número infinito de vezes ao longo dos ciclos do tempo. Os pais guardam no coração a primeira risada dos seus filhos, como se não mais fossem voltar a ouvi-la. Os amantes, quando fazem amor pela primeira vez, despem-se a medo, e olham surpresos a coxa esbelta, o delicado mamilo. Como poderiam eles saber que cada olhar, cada carícia, voltarão a repetir-se uma e outra vez, exactamente como da primeira vez?'
'Os sonhos de Einstein' de Alan Lightman

abraços!

Cris disse...

Excelentes escolhas.

um bjo
C.

miruii disse...

A propósito do filme «O piano», lindérrimo, li há dias «O afinador de pianos» e achei uma coisa linda... para mim, que adoro outras paragens misteriosas. Um dia de paciência lê e diz-me se gostaste.
Tu és um monumento...!!!
Picada admiradora

Cusco disse...

Olá! Agradeço a visita e comentário nas minhas Viagens.

Já agora a propósito de livros:

Últimos 5 Livros que li (reli)

Pequenas Memórias
Ontem Não te Vi em Babilónia
Tempo de Solidão
As Rosas de Atacama
Ninguém Escreve ao Coronel


5 Livros que quero ler em breve:

Olhos de cão Azul e outros Contos
Filha da Fortuna
As Sandálias do Pescador
A Rapariga do Trombone
Cemitério de Pianos


5 Livros de que não gostei...


Inês da Minha Alma
O Código Da Vinci
A Fórmula de Deus
O Perfume da Goiaba
Memorias das Minhas Tristes Putas

5 Livros que irei reler:

Homem Rico Homem Pobre
Mendigo Ladrão
Esteiros
Ulisses
Cem Anos de Solidão (mais uma vez)

5 Escritores preferidos:

Gabriel Garcia Marquez
José Saramago
Lobo Antunes
Luís Sepúlveda
António Skarmeta


Um abraço e
Boas Leituras

Rach disse...

Olá Bett,

“De Angola à contra costa” como iniciação à leitura de viagens… Adorei o teu post, mas confesso que esta parte me fez rir. Sentido de humor muito bom para recordar as leituras da nossa infância… e a naïveté do despertar. O curioso é que também ando a preparar algo sobre a leitura de viagens (e que faz parte de uma carta a enviar, mas o carteiro está de férias) ou pelo menos o de aventuras (com uma pequena referência aos autores portugueses e os que traduziram para a língua mãe), que na altura devorava e espevitava a minha imaginação. Eu, no que respeita a terras longínquas comecei com Emílio Salgari. Aquilo é que era viajar À Volta do Mundo, uma Mina de Salomão… Anos mais tarde dediquei-me ao crime para aprender francês, com Agatha Christie. Das Memórias de Adriano, d`A Obra ao Negro… não falo por me serem muito queridas.
Um dia também me deixei seduzir pela grande memória da humanidade. E recordo sempre aquele diálogo entre William de Baskervile e o seu jovem auxiliar Adso, n`O Nome da Rosa: os autores ou livros que falam uns com os outros. E é claro toda apologia sobre a Comédia, a expressão do Homem livre…
Um beijo (já tinha saudades em te ler) e continuação de boas leituras

viajante disse...

E por falar em livros, faça favor de entrar no Navio.

Ruela disse...

Tinha que voltar para me embrenhar nas tuas palavras e dissecar o blogue...
Gostei.

seilá disse...

Ora viva! Pois ando metida no Philip Roth: a acabar a mancha humana e, enquanto lia esse, acabei de um fôlego o homem moribundo (espectáculo!!!)e tenho para a cabeceira as páginas, uma a uma, do Todo o mundo!
O cemitério de pianos anda também entre leituras (é sempre assim, ou nada ou aos molhos!)e leitura recente foi O Insecto e outras histórias duma Claire Castillon que desconhecia em absoluto:aconselho pela força e linguagem brutal (uma linguagem do que não se confessa que ela domina damasiado bem (!) para uma mulher tão jovem! aconselho de Joan Didion O ano do pensamento mágico...mas para que queres tu isto rss Anda em mãos com 100, das quase quinhentas, páginas lidas: Lídia Jorge em Combateremos a sombra (depois de O vento assobiando nas gruas, esta mulher não me convence com facilidade) Um abraço"!

Era uma vez um Girassol disse...

Bettips, és uma leitora e peras...
Muito bom!!!!
Tens um prémio no girassol...
Beijinho

Bichodeconta disse...

Assim nos vamos conhecendo , e conhecer alguem com a tua sensibilidade para escrever é muito bom.. Um abraço, voltarei..

Entre linhas disse...

Os livros são companheiros irrecusáveis,é um dos meus mundos.
Bjs Zita

Dulce disse...

xwglibVim cuscar as tuas escolhas. Diz-me o que lês ... e há uma janela que se abre!
Beijinhos

Meg disse...

E porque é que o meu comentário não ficou ontem?
Mais uma voltinha para ver o que tens para nós e dou-me conta do facto.
Era só a dizer-te que depois dos primeiros comentários pouco havia a dizer-te mais.
"Ei-la" foi o meu primeiro deslumbramento. E as leituras também foram a eito e desbragadamente, como se eles "os livros" fossem acabar. O que já não acontece hoje. Para casa eles vêm, mas ficam à espera...
Um abraço

Isabel disse...

Amiga, amiga, que boas escolhas as tuas.
De facto somos todos os livros que lemos e todos os que havemos de ler e ainda muito mais.
Tu então querida B, és mais que não acaba.

Olha sei que não gostas muito mas teve de ser, entendes, tive de te nomear, mudei o nome à nomeação, porque não gostei do original e vai disto.
Não deu para evitar.
O teu nome saltou-me pela ponta dos dedos.
Passa lá.
Vais entender, eu sei.

Um enorme, gigantesco abraço, muito apertadinho de saudade.

Isabel

Teresa Durães disse...

:))

uns imaginava, outros nem por isso.

Beijos

Jardineira aprendiz disse...

Agora fiquei com uma pontinha de inveja... só uma pontinha! De ter tempo para conseguir vários livros em poucos meses, pois!

Mas nós também ganhamos com essas leituras!

Bjinho!

Maria disse...

Pois é, 8 ou 9 anos e ias a correr para os livros....
É essa a diferença, hoje a miudagem, com essa idade, vai a correr para os jogos de computador.
Ou invertemos esta situação, que eu considero preocupante, ou daqui a uma década teremos jovens completamente ignorantes no que toca a livros e autores...

Beijinhos

Bruxinhachellot disse...

Livros são amigos e nos ensinam coisas especiais. Livros nos levam a lugares jamais imaginados e mostra a realidade e a fantasia de uma forma maravilhosa. Sou viciada em livros.

Beijos risonhos.

mena m. disse...

Leseratte= rato de biblioteca
Cá em casa temos 4!
Gosto destas listas que decerto me ajudarão na escolha de livros portugueses a comprar na próxima visita.:-)!
A ler actualmente, aconselhada pelos filhos:
The Magicians' Guild: The Black Magician Trilogy Book 1- Trudi Canavan
Além disso:
MIDDLESEX - Jeffrey Eugenides
Lidos há pouco:
Kafka à Beira-Mar de Haruki Murakami
The Time Traveler's Wife de Audrey Niffenegger
ENFIM JUNTOS de Anna Gavalda
Para ler, entre outros:
TRAIN DE NUIT POUR LISBONNE de Pascal Mercier (em alemão)
EVERYMAN de Philip Roth
EU AMAVA-A - Anna Gavalda (em alemão)
Um abraço

clotilde disse...

Os livros são vidas paralelas ás nossas que podiam ou não também ser nossas. Vivemos e sentimos as personagens, por momentos tomam conta de nós, e em cada página lida fomos mais além na nossa propria vida, aprendendo, escuntando o sussurro do que aquelas pessoas dos livros nos dizem, nos transmitem com o seus olhos e gestos invisiveis a olho nú.
Todas as noites antes de dormir, leio pelo menos umas páginas, vício ou ritual? Não sei, sei que me sabe muito bem!

Neste mes de Junho li:
"Aroma de goiba": não gostei;

"Ninguém escreve ao coronel": gostei assim-assim;

"O terceiro homem": gostei;

Estou a ler:
"Coração das trevas" e "Mao- biografia", "Austerlitz"

Agora, vou elaborar a lista de férias :)