quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Pináculo I



Ou pode ser um desejo simplesmente tão perto, a uma hora de olhar.

De subir. Pela solidão das manhãs que tardam.
Olhando do alto as pedras conhecidas.
(e tão longe!)

21 comentários:

Alien8 disse...

Bettips,

Ou pode ser também isso, sim, não tenho por onde discordar :)

Maria disse...

Do longe se pode fazer perto. A qualquer hora...

Beijo

tinta permanente disse...

Diz a canção (exageros de poeta....) que eles foram tão longe e estiveram tão perto de ir mais além...


Abraços!

legivel disse...

... pois é isso mesmo. O desejo é tanto que a noite parece não ter fim. E bem queremos subir mas descemos e tornamos a descer... raios! que até parece que os nossos dias são passados num elevador que nos está sempre a atirar para o fundo das profundezas que não queremos.

abraços.

Justine disse...

Está sempre tudo no olhar, no modo de olhar, no olhar interior...

Licínia Quitério disse...

No caminho entre o desejo e o desejado, "tão perto" é sempre igual a "tão longe". Não é, B.?

Beijo de sol, hoje.

Fa menor disse...

E do longe se faz perto no olhar...

Bjinhos

Maria P. disse...

Basta um olhar, assim...

:)Beijinho*

heretico disse...

pináculos em voo rasante. e desejos altos...

beijos

Ricardo Marques disse...

q paisagens...
de facto, dao bons locais para espairecer.. :)

E ja levas tanto tempo a postar... é bem, continua ;D

;)

Olha, se quiseres passar pelo meu espaço apreciaria imenso. Tem crónicas e tops de relativo (e improvavel) humorismo q podem interessar. :)

Cumprimentos!

Rodrigo "Perdido" disse...

Cá para mim, nem perto nem longe: onde estou é onde me fico. Agora que só fiquei com a esquerda, pergunto-me: para que é que quero uma esquerda, que só refila e não anda para a frente?

Está tudo a postos para ir pôr a perna postiça à Alemanha. Agora até estou a achar piada à situação. ( Os teutões garantem-me que a "prótese" é melhor que o original: agora é que vou ficar manco da esquerda!)

bettips disse...

Olhe Rodrigo, agora falando sério e tirando-me do remanso de divagar: não vá o menino-Perdido desatar a malhar na esquerda como o outro.
Que é o que mais se arreceia, uma direita impotente e uma esquerda activa! Tome lá para a noite... e boas.

mena m. disse...

Maravilha!
Estava mesmo a precisar...

Beijinhos

cocha e marreca disse...

Bem, eu quero engordar, não é emagrecer...

jl disse...

ou tão perto...
postados, já, na quietação da tarde dormente...

heretico disse...

beijo

LIGA DE AMIGOS DE MIRÓBRIGA disse...

do alto se vê tanto. Subir, sempren subir ...

Arabica disse...

Pode ser tanto...


A um pulo do olhar através das tuas fotos.


Um beijo, agora já regressada d todo :)

Teresa Durães disse...

gosto também de ver e sentir as pedras

Madalena disse...

Longe. Parece hoje a palavra que veste. :)

Beijo Amigo

M. disse...

Gosto destas tuas palavras escritas no azul das tuas fotografias.