quinta-feira, março 05, 2009

Camélias e lugares V










A Quinta Villar d'Allen subsiste ainda nas mãos da família, que transformou uma parte do terreno num viveiro de produção de plantas ornamentais de exterior.
Como forma de rentabilizar um espaço maravilhoso ... que não se vive de sonhos!
E muito menos neste velho país; que apoia acções de cimento e alcatrão muito mais que a terra.

Deixo os caminhos com habitual nostalgia, trazendo os olhos e as mãos cheios de camélias.
No coração da casa as conservo durante uma semana.
Não só as pessoas e os bichos: há muitos sítios afectuosos para onde o meu gosto se orienta.
Onde viveria feliz.
Aqui o quis dizer.

11 comentários:

Maria disse...

E disseste bem.
Que posso eu dizer destes posts todos de camélias e lugares tão especiais?
Que apreciei cada recanto, cada azulejo, cada verde, e cada camélia. Quis levar uma comigo, não tive coragem.
As tuas camélias são lindas, Bettips.
Todas. Da primeira à última. E as que não vejo também...

Um beijo

Teresa Durães disse...

No Montijo há bastantes estufas de flores e uma vez por ano faz-se uma feira. Lindo de se ver

Arabica disse...

Olha que em tal sítio eu tambem não deveria ser nada infeliz!

E trabalhar a terra, sentir nas mãos os seus torrões, prepará-los para o plantio, esperar pela chuva breve de regadio para inalar o seu perfume...

E depois vê-las despontar, camélias em botão, camélias em flor...

Até para se ser cão é preciso ter sorte, Amiga Bettips :)

Li a missiva que deixaste no Alien e que agradeço. Não sei o que se passará...será do vento?

Um beijo grande

Paulo disse...

Oh Bettips, que encanto! A quinta e as camélias.

Filoxera disse...

Há locais mágicos. Marcam-nos a alma.
Beijos.

Filomena Barata disse...

Lembrar-me-ei hoje de ti quando visitar a terra onde, não havendo camélias, ainda brotam os lírios do campo.

mdsol disse...

:))

M. disse...

Acompanhei-te com enorme prazer neste passeio de cores da alma.

mena m. disse...

Fiquei com vontade de me deitar numa cama com lencóis de pétalas de camélia!

Pode ser de todas as cores!

Belíssima reportagem dum espaço maravilhoso!

Beijinho

Licínia Quitério disse...

Eu tenho "uma" cameleira-irmã. Está esplendorosa. Visito-a regularmente. Tu tens uma família inteira, sobrevivente em casa própria. Aqui lhes fazes uma homenagem soberba.

Um beijo.

Alien8 disse...

Bettips,

Perdoa o meu atraso. Teve que ser. Mas já vi as tuas camélias e os teus lugares, e tudo é um deslumbramento para os olhos, sobretudo quando cansados, o que é o caso.

E um jardineiro que quase se chama Alien...

E a recordação da Cordoaria - com araucária!

Que o que resta da semana te corra entre camélias e jardins de sonho.

Um beijo.