domingo, dezembro 02, 2007

Perseverança






E cheguei à palavra do PPP, uma âncora onde me propunha chegar estes dias.
"Perseverança".
Que me há-de levar, juntamente com a teimosia, ao ano que vem.

Ocasiões em que penso aproveitar e permanecer na quietude dos dias, simples folhas de calendário; e são fulgores e fugazes como clarões.
Esquinas vivas onde o olhar se arredonda a cada obstáculo que surge.
Daí deter-me nos recantos persistentes algures por aí.
Nas cidades que parecem só fachadas e negócios, procura-se o fio condutor da "Utopia" de que Tinta Permanente falava.
No lusco-fusco da cidade.

Abençoados. Os belos e delicados.
Lugares, pessoas.
Os que resistem.

16 comentários:

ângela marques disse...

Abençoados, embora poucos. Talvez com a tua perseverança permaneçam e eu te agradeço.
Obrigada pelo sorriso que me arrancaste agora de manhã.
Bjs

M. disse...

Venho lá de baixo, passeando com prazer pelo teu jardim. Perante tamanha criatividade, aprecio-te em silêncio.

legivel disse...

... apenas?! lamento que não lhes "lavem a cara" e que os perservem de facto. Que é o que se faz nos paises civilizados que pretendem manter viva a memória das coisas (e das pessoas e das pessoas!) com dignidade e não pela degradação. Assim, pela negativa, se percebe como o lucro imobiliário cresce em flecha.

Parabéns pela "reportagem fotográfica" que bem podia ser o início de um trabalho de grande fôlego nesta área.

abraços.

un dress disse...

:) lugares que (re)conheço.

Rui Caetano disse...

Umas imagens fantásticas. Sugere um belo passeio.

Pitanga disse...

Estou envergonhada. Com ballet's e Valsinha (que me levaram ladeira abaixo)e mais a obra que fêz-me pôr cá fora meus dotes decorativos, perdi todos estes jardins e flores e cores. Lembrei-me de quando visitei o de Coimbra, guiada pelo guia mais querido (o rapaz)que me levou a conhecer uma espécie "rara" a Pitangueira. (-Mãe, fecha os olhos!)E lá estava ela.
Mas chego a tempo da Perseverança que é o quê me norteia agora, porque tem de ser ou não vamos a lugar algum e nem admiramos o que é belo como os teus jardins e cores.

beijos carinhosos Bettips

Betty Branco Martins disse...

querida Bettips



________e assim se perde

[valores] com toda




a ousadia

e muito mau gosto



para se ganhar




a descaracterização_____________de tantos






belos lugares






beijO c/ carinhO

Justine disse...

À tua perseverança e teimosia, acrecentaria a palavra esperança, de que no ano que vem se vejam mais que "fachadas e negócios" nas nossas cidades/sociedades, e de que os que resistem se multipliquem e reforcem.

aquilária disse...

na luminosidade das palavras também se esconde o caminho para a Utopia.

um abraço, bettips. passarei por aqui, mesmo que nem sempre comente.

Maria disse...

Excelente perseverança.....
Lindas são as fotos (todas) de locais que me são tão familiares... e que era tão bom se continuassem, apesar da teimosia de alguns...

Beijo

Ruela disse...

tão familiar ;)

jlf disse...

De facto as imagens são bem, entre outras - tantas - possíveis, o espelho da perseverança.

Perseverança, persistência.

Persistir não é apenas não desanimar, é insistir, teimar, resistir, batalhar, prosseguir. Porfiar até conseguir.

No fundo não digo outra coisa que não tivesses dito: “Abençoados. Os belos e delicados. Lugares, pessoas. Os que resistem.”
Exactamente.
Vamos!

butterfly disse...

Perseverança em se manterem de pé mesmo quando são ameaçados por botifarras de betão.
Perseverança e teimosia. Próximo ano.
Esperança.
Claro que não esqueci as fotografias, lindas e bem escolhidas, como sempre.
Beijo

greentea disse...

abençoados lugares onde ainda se pode ter um pouco de calma , de tranquilidade, de paz
tão dificil de localizar actualmente, mesmo até portas adentro onde somos confrontados a cada momento com a violencia dos que nos cercam ou moram perto de nós, com o ruido das obras ou o embate dos veículos desvairados ...

hfm disse...

perseverança... fundamental e bem assumida.

Jardineira aprendiz disse...

Muitos! Embora alguns um tanto adormecidos, outros um tanto embriagados...
Mas quem sou eu para falar dos outros?!
:)