sexta-feira, novembro 23, 2007

Domésticos e selvagens I










Tenho no meu lugar vários animais residentes, domésticos mas não domesticados.

O desprezo que se empoleira às vezes no fio da memória.
A ingratidão de garras escondidas.
O cinismo que foge a rir.
A indiferença que bate à porta insistente e disfarçada.
O desânimo que se levanta a custo.
...

6 comentários:

Justine disse...

Isso é uma reserva natural??
Os animais ajudam-nos a ver o mundo com um pouco mais de optimismo...

Sophiamar disse...

Uns e outros me fascinam. Rudes, selvagens, meigos fazem-me gostar mais deste mundo onde tanto de injusto há.

Beijinhossss

Jardineira aprendiz disse...

Há um passarinho que me vem cantar à janela de vez em quando. Não é doméstico nem domesticado, vem porque quer, vai quando quer, e de cada vez que vem traz-me sorrisos.

Quem sabe não passa por aí de vez em quando?!

Bjinhos

jlf disse...

Imagens (alegorias?) interessantíssimas que se seguem às imagens.

Ana Patudos disse...

As fotos foram tiradas no Badoca Park, acertei? Nunca lá estive mas já vi algumas imagens do parque na televisão. Pelo menos aqui os animais estão protegidos.
bjos
Ana Paula

miruii disse...

Mas isto tudo é um show!
Por onde é que tu andas, mulher?????????
Piquei