domingo, novembro 11, 2007

Viena II - Mercados e ruas









E as cidades pulsam o coração nas ruas e nos mercados.
Que sempre percorro, perdida (a) mente.
Tanto que mais de uma vez me perco das companhias, distraída com rabanetes e cebolinho. intrigada com formas e cores de uvas ou pêssegos.

Uma banca de fruta pode ser tão apelativa como um quadro. As especiarias e os costumes de cada país, aí se encontram num festival de odores e variedades.
Em Viena, senti a tal miscelânea cruzada de Ocidente e Oriente, o que deu a esta viagem um toque mágico.

5 comentários:

nana disse...

obrigada por todas estas partilhas.

:o)

x

jlf disse...

É verdade que é nas ruas e nos mercados que pulsa o coração das cidades...
Quem assim calcorreia os lugares visitados,"perdida(a)mente", tem muito, muito que contar.
E nós gostamos de "ouvir".

Perdido disse...

Sempre o disse: quem se perde de todo só tem lugares a ganhar.

M. disse...

Como eu gostava de conseguir voltar a viajar assim, deste modo que também usávamos: passear pelas ruas, sentar a olhar, apreciar o momento...

teresamaremar disse...

:)))) estive nesse mercado... encantatória mistura de cheiros...

Como eu, fascinam-te os saquinhos e saquetas :)))